Email:  
Senha:  
   
    Esqueci a senha!
    Cadastre-se
    :: home Terça-feira, 17 de Julho de 2018
  • Área Trabalhista e Previdenciária
    06.05.2011 09:06 - Previdenciária - Reduzida para 5% a alíquota de contribuição previdenciária do microempreendedor a contar da competência maio/2011ResumoA Resolução...
    [leia mais]
  • Circular 319 - Agosto / 2014
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Refis da Copa (antigo Refis da Crise) - Prorrogação do prazo para ingresso até 25/08/2014. Parcelamento de ISSQN - Prazo de adesão...
    [leia mais]
  • DASN SIMEI - Declaração Anual para o Microempreendedor
    DASN SIMEI - Declaração Anual para o Microempreendedor Individual  Ano-Calendário de 2015  O Empresário Individual optante pelo Sistema de Recolhimento em Valores...
    [leia mais]
  • Câmara aprova mudanças na Lei Geral
    A Câmara dos Deputados aprovou na noite de ontem, 31, o Projeto de Lei Complementar nº 87/2011 (proposta enviada pela presidente Dilma e apensada ao PLP 591/2010), que faz ajustes na Lei Geral...
    [leia mais]
  • Circular 263 e Especial 020 - Novembro / 2009
    Circular 263 e Especial 020  - Novembro / 2009 - (Arquivo em PDF - 379 Kb)  - Download
    [leia mais]
  • Circular URGENTE - Nota Fiscal Paulista
    Todos os contribuintes (EMPRESAS) do Estado de São Paulo, deverão registrar seus documentos fiscais no Registro Eletrônico de Documentos Fiscais (REDF / Nota Fiscal Paulista), a partir...
    [leia mais]

ANTERIORES

DESTAQUES

Teto do lucro presumido será de R$ 72 milhões em 2014

Para a Sescon-SP, o congelamento do teto mais de dez anos foi prejudicando gradualmente o setor empresarial

SÃO PAULO - A partir do próximo ano, o teto de faturamento das empresas tributadas pelo Lucro Presumido aumentará, passando de R$ 48 milhões para R$ 72 milhões.

O aumento vale a partir de 1º de janeiro de 2014. A Medida Provisória 612/2013 foi publicada no DOU (Diário Oficial da União) no começo de abril.

O presidente do Sescon-SP, Sérgio Approbato Machado Júnior, comemorou a iniciativa. Ele explica que o congelamento do teto mais de dez anos foi prejudicando gradualmente o setor empresarial. "Na última década, as empresas acompanharam o crescimento da economia nacional. No entanto, a estagnação do limite ou as expulsaram do regime, aumentando sua carga tributária, ou inibiram medidas de estímulo ao seu crescimento."

Com a medida, ele acredita que haverá mais competitividade às empresas o que aquecerá a geração de empregos. Outro ponto positivo que ele destaca é o número de empresas que poderão ser inseridas no programa.

Teto do lucro presumido será de R$ 72 milhões em 2014

Medida deve aumentar a competitividade das empresas

Não é ideal
Apesar de considerar extremamente positivo o descongelamento do limite depois de tanto tempo, Approbato Machado Jr. lembra ainda que o valorem R$ 72 milhões ainda não é o ideal. "A correção do teto ainda é inferior ao índice inflacionário do período", argumenta o líder empresarial, citando como base os números do IPCA, que mostram aumento de mais de 60% nos últimos dez anos.

 

Fonte – Infomoney
Por Karla Santana Mamona

|12h59 | 11-04-2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 1989 - 2018 ASCON - Assessoria Contábil • Todos os direitos reservados • Política de Privacidade • Desenvolvido por: Gilvan TFS / Eric Costa