Email:  
Senha:  
   
    Esqueci a senha!
    Cadastre-se
    :: home Terça-feira, 17 de Julho de 2018
  • Mudanças no Simples Nacional são aprovadas no Senado
    A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal aprovou ontem (27/09/2011), o relatório do senador José Pimentel (PT-CE) ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº...
    [leia mais]
  • Inclusão de Medicamentos nos itens que compõem a Cesta Básica.
    Departamento Responsável: Departamento Fiscal A quem se destina? Todas as empresas emitentes de Notas Fiscais Eletrônicas Modelo 55, que comercializam os produtos abaixo mencionado. O...
    [leia mais]
  • EFD PIS/COFINS deve ser dispensada no ano-calendário 2011
    A Receita Federal do Brasil deverá publicar nos próximos dias Ato que visa dispensar a obrigatoriedade na entrega da Escrituração Fiscal Digital do PIS/COFINS, referente...
    [leia mais]
  • Exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS
    Notícia Portal Simples Nacional Exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS Em 8 de outubro de 2014, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu pela...
    [leia mais]
  • Procuração Eletrônica 2010
    Prezado Cliente: Certifique-se com o nosso Departamento de Documentação se a sua empresa possui Procuração Eletrônica válida.  Esta procuração...
    [leia mais]
  • Circular 340 - Maio/2016
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Ajuda de Custo x Diária para Viagens Certificados Digitais. Necessidade do e-CNPJ da empresa na ASCON; Destaque de Tributos na Nota Fiscal. Comprovação...
    [leia mais]

ANTERIORES

DESTAQUES

Lei de Olho no Imposto passa a vigorar hoje

Entra em vigor hoje, 10 de junho, a Lei 12.741/12, conhecida como "de Olho no Imposto", que possibilita aos contribuintes conhecer o valor dos tributos embutidos nos preços de mercadorias e serviços.

As empresas deverão listar nos documentos fiscais o valor aproximado de impostos embutidos em mercadorias e serviços, englobando ao todo sete tributos: ICMS, ISS, IPI, IOF, PIS/Pasep, Cofins e Cide, além dos valores referentes ao imposto de importação, PIS/Pasep/Importação e Cofins/Importação, na hipótese de produtos cujos insumos ou componentes sejam oriundos de operações de comércio exterior e representem percentual superior a 20% do preço de venda.

Outra alternativa da nova legislação é detalhar o percentual de tributos em painel afixado em local visível do estabelecimento, ou por qualquer meio eletrônico ou impresso.

Estes meios, inclusive, foram apontados pelo Comitê Gestor do Simples Nacional como opção às micro e pequenas empresas do sistema simplificado de tributos, ao ser questionado sobre o melhor procedimento pela FENACON, Federação do SESCON-SP.

Em um primeiro momento, a orientação é que a fiscalização tenha cunho educativo e estima-se que as empresas tenham até um ano antes de serem multadas.

O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributária, em parceria com a ACSP e a Associação Brasileira de Automação Comercial, elaborou uma tabela com o valor médio aproximado dos impostos em cada produto ou serviço comercializados no Brasil. O manual de integração à nova legislação está disponível para download em http://www.impostometro.com.br/;http://www.ibpt.com.br/ e http://www.afrac.org.br/.

Histórico

 

A Lei nº 12.741/12 teve origem em uma iniciativa popular, tendo em vista que o movimento "De Olho no Imposto" recolheu mais de 1,5 milhão de adesões em um abaixo-assinado a favor da discriminação dos tributos. O SESCON-SP participou ativamente desde o início da campanha, capitaneada pela ACSP e apoiada por mais de cem entidades do empreendedorismo.

 

 

Fonte: Informativo SESCON – SP – 10/06/2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 1989 - 2018 ASCON - Assessoria Contábil • Todos os direitos reservados • Política de Privacidade • Desenvolvido por: Gilvan TFS / Eric Costa