Email:  
Senha:  
   
    Esqueci a senha!
    Cadastre-se
    :: home
  • Circular 354 - Julho/2017
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Pesquisa anual - IBGE - Preenchimento Obrigatório, sujeito a autuação; ECF – Escrituração Contábil Fiscal...
    [leia mais]
  • Teto do lucro presumido será de R$ 72 milhões em 2014
    Para a Sescon-SP, o congelamento do teto mais de dez anos foi prejudicando gradualmente o setor empresarial SÃO PAULO - A partir do próximo ano, o teto de faturamento das empresas...
    [leia mais]
  • Circular 280 e Circular Especial 002 - Abril / 2011
    Veja na Circular 280 as seguintes matérias: Declaração IRPF/2011 - Atenção - ÚLTIMA CHAMADA! Salário Mínimo Nacional - Novo aumento a partir...
    [leia mais]
  • Circular 315 - Abril/2014
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Declaração IRPF/2014 - 3º Aviso! Fiscalização Estadual - Consulta Semanal do DEC - Importantíssimo! Certificados...
    [leia mais]
  • Por que Registrar uma Marca?
    A marca é a identidade da sua empresa no mercado, sem o registro, você não possui direito algum sobre ela. A constituição da sua empresa é apenas...
    [leia mais]
  • Área Trabalhista e Previdenciária
    06.05.2011 09:06 - Previdenciária - Reduzida para 5% a alíquota de contribuição previdenciária do microempreendedor a contar da competência maio/2011ResumoA Resolução...
    [leia mais]

ANTERIORES

DESTAQUES

Reabertura do Refis: o país inteiro ganhará com isso.

 

O Sistema Fenacon aguarda, do Governo Federal, a sanção da MP 627/2013. A matéria foi aprovada no último dia 15 e contempla a emenda de autoria do senador Paulo Bauer (PSDB/SC) que reabre o Refis da Crise (leis 11.941/09 e 12.249/10) para dívidas que venceram até 30 de junho de 2013. O parcelamento em andamento incorporou dívidas existentes até 2008.


Essa importante conquista aprovada pelo Congresso Nacional permitirá que as empresas quitem suas dívidas. Além disso, ela permite que o governo obtenha um aumento substancial na arrecadação de tributos, como ocorreu anteriormente, conforme matéria publicada no site da revista Veja, em 16/12/2013: O governo federal arrecadou 112,517 bilhões de reais em impostos e contribuições em novembro, informou a Receita Federal nesta segunda-feira (leia aqui).


“O valor é recorde para o mês e representa alta real de 27,08% em comparação ao mesmo período de 2012. A arrecadação também subiu em relação a outubro (10,81%). Foi o melhor resultado para meses de novembro e a terceira maior arrecadação mensal da história. A principal contribuição para o resultado foi o parcelamento de dívidas das empresas com a Receita Federal, o Refis da Crise, que rendeu 20 bilhões de reais aos cofres do Fisco”, afirma o texto publicado.


Ressaltamos que, por vários motivos, muitas empresas não aderiram ao Refis da Crise e, posteriormente, passaram a ter dificuldades financeiras. A reabertura dos prazos de adesão dá uma nova oportunidade para estas empresas por consideramos uma necessidade real de que seja novamente oportunizado o referido parcelamento, sobretudo diante do confuso sistema tributário existente e da pesada carga que ele impõe ao contribuinte.

Fonte: FENACON - Ano III - 957, Brasília, 28 de abril de 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 1989 - 2018 ASCON - Assessoria Contábil • Todos os direitos reservados • Política de Privacidade • Desenvolvido por: Gilvan TFS / Eric Costa