Email:  
Senha:  
   
    Esqueci a senha!
    Cadastre-se
    :: home Sexta-feira, 20 de Abril de 2018
  • Circular 281 - Maio / 2011
    Veja na Circular 281 as seguintes matérias: Alteração dos valores Tabela Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) DEC – Domicílio Eletrônico do Contribuinte.Novidade:...
    [leia mais]
  • Adesão ao PERT pode ser feita até o dia 14 de novembro
    Contribuintes que possuem dívidas junto à Receita Federal e ainda não aderiram ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) poderão se inscrever...
    [leia mais]
  • Alta tecnologia e cerco do fisco dominam novo cenário contábil
    SÃO PAULO Uma verdadeira quebra de paradigmas marcou os últimos seis anos da contabilidade brasileira: a entrada do País nas normas internacionais do setor (IFRS) e a revolução...
    [leia mais]
  • Circular 332 - SETEMBRO / 2015
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: EFD – ICMS/IPI - BLOCO K - Livro de Registro de Controle de Produção e do Es-toque. Trabalho Doméstico – NOVAS REGRAS...
    [leia mais]
  • As diferenças entre o empreendedor e o gestor.
    Ricardo Verissimo Palestrante O primeiro impulso após ter um sonho de empreender é acreditar, e muito além de acreditar é colocar a mão na massa. Trabalhar e trabalhar......
    [leia mais]
  • Começou dia 1º de março a nova fase do eSocial
      Começou nesta quinta-feira (1°/3) NOVA FASE DO eSOCIAL para as empresas com faturamento maior que BRL 78 milhões. Nesta quinta-feira (1°/3) iniciou a segunda...
    [leia mais]

ANTERIORES

DESTAQUES

Governos estaduais aumentam burocracia para empresas em 2016

Presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, comenta as mudanças anunciadas pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz)

31/12/15 às 10:20 - Por: Redação Charles Damasceno

 

Presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos

Brasília - Em um momento em que cada vez mais os pequenos negócios precisam de incentivos para continuar a apresentar os resultados positivos de geração de emprego e renda observados nos últimos anos, medidas que vão entrar em vigor a partir de 1o de janeiro de 2016 aumentarão a já massacrante carga burocrática imposta às empresas brasileiras.

As novas exigências são do Convênio 93 do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), baseadas na emenda constitucional 87, que determina que empresas, ao fazerem compras e vendas de mercadorias para outros estados, passem a ser responsabilizadas pelo pagamento e controles fiscais da diferença das alíquotas estabelecidas por cada ente. Além disso, para negociar mercadorias, pode ser exigido da empresa que ela seja cadastrada no fisco do estado a que sua mercadoria se destina.

Outro ponto que deverá complicar a vida dos empresários é a necessidade de mudanças no layout das notas fiscais eletrônicas, com curto prazo de adaptação por parte das empresas: apenas dois meses.

Para o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos, as medidas vão na contramão de tudo que tem sido feito para reduzir a grande carga burocrática imposta aos empresários. “Mais uma vez, os fiscos estaduais delegam suas funções ao contribuinte. Temos feito um grande esforço para que as empresas se livrem da má burocracia, como essas, que acabam criando mais dificuldade para a vida dos empresários”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 1989 - 2018 ASCON - Assessoria Contábil • Todos os direitos reservados • Política de Privacidade • Desenvolvido por: Gilvan TFS / Eric Costa