Email:  
Senha:  
   
    Esqueci a senha!
    Cadastre-se
    :: home Domingo, 15 de Julho de 2018
  • Mudanças no Simples Nacional são aprovadas no Senado
    A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal aprovou ontem (27/09/2011), o relatório do senador José Pimentel (PT-CE) ao Projeto de Lei da Câmara (PLC) nº...
    [leia mais]
  • Circular 266 - Fevereiro /2010
    Veja nesta circular as seguintes matérias: ISS Eletrônico – GISS online Informe de rendimentos para Sócios - Ano-base 2009 Visita dos motoboys da ASCON Novo Salário...
    [leia mais]
  • Circular 276 - Dezembro / 2010
      Veja nesta circular as seguintes matérias: Calendário de Vencimentos para Competência Novembro/2010 Sites para obtenção de Certidões Negativa de Débitos...
    [leia mais]
  • Circular 294 - Julho 2012
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: EFD Contribuições - Tributos envolvidos: PIS/Pasep, COFINS e Contribuição Previdenciária Carta de Correção...
    [leia mais]
  • Livro de Controle de Produção deverá ser DIGITAL!
    A partir de janeiro de 2015, os estabelecimentos industriais e os atacadistas deverão informar seus estoques e produção por meio de arquivos digital ao Sped Fiscal.  Com...
    [leia mais]
  • Os perigos ocultos do Wi-Fi público
    Dicas para manter sua segurança ao usar pontos de acesso à Internet Com os pontos de acesso de Wi-Fi público em toda parte, como bares, hotéis e aeroportos, você...
    [leia mais]

ANTERIORES

DESTAQUES

Receita Federal disciplina atos perante o CNPJ

Arrecadação

Instrução Normativa (IN) RFB nº 1684/2016 trata de impedimento de atos, apresentação de documentos e declaração de inaptidão
Publicado: 30/12/2016 17h35Última modificação: 30/12/2016 17h47
Foi publicada hoje, no Diário Oficial da União, a IN RFB nº 1684, que promove ajustes no texto da IN RFB 1.634 de 06 de maio de 2016, a fim de tornar mais claros alguns dispositivos.


A situação cadastral suspensa do CPF do responsável pela pessoa jurídica passa a impedir a prática de atos perante o CNPJ.

O contribuinte que seja vítima de falsidade ou simulação perante o CNPJ poderá apresentar os documentos necessários à anulação do ato cadastral falso em qualquer unidade de atendimento da RFB e não apenas na unidade de sua jurisdição.

A informação sobre beneficiários finais e a entrega dos documentos correspondentes passam a ser obrigatórios a partir de 1º de julho de 2017 para as entidades que realizarem sua inscrição a partir desta data. A data anterior era 01 de janeiro de 2017.

Já as entidades inscritas antes de 1º de julho de 2017, devem informar os beneficiários finais e apresentar a documentação correspondente na medida em que realizem alguma alteração cadastral a partir dessa data, sendo que o prazo limite é 31 de dezembro de 2018.

Clique AQUI e veja a publicação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

© 1989 - 2018 ASCON - Assessoria Contábil • Todos os direitos reservados • Política de Privacidade • Desenvolvido por: Gilvan TFS / Eric Costa