Email:  
Senha:  
   
    Esqueci a senha!
    Cadastre-se
    :: home
  • Circular 360 - janeiro/18
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: PALESTRAS ASCON 2018 - Participe da Pesquisa de Interesse; Novos Procedimentos para os Gestores do e-Social; RAIS 2017; Contribuição...
    [leia mais]
  • Receita fecha brecha que permitia suspensão da ação penal
    Lei estabelece que pedido de parcelamento de débitos tributários não suspenda punição penal, se a denúncia já tiver sido aceita pelo Judiciário09...
    [leia mais]
  • Circular 303 - Abril / 2013
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Declaração IRPF/2013 - 2º aviso! Programa especial de parcelamento (PEP) do ICMS - 2º aviso! Programa de malha fi na para...
    [leia mais]
  • Circular 320 - SETEMBRO / 2014
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: MEI – Microempreendedor Individual. CAGED - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados. E-SOCIAL - Atualização cadastral...
    [leia mais]
  • CIRCULAR 328 - Maio/2015
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Ajuda de Custo x Diária para Viagens. DEC - Consulta Semanal do DEC e Procuração Eletrônica. Certificados Digitais - Necessidade...
    [leia mais]
  • Circular 338 - Março 2016
    Veja nesta Circular as seguintes matérias: Contribuição Sindical dos Empregados; Declaração IRPF/2016 – 2º Aviso! DEFIS - Declaração de...
    [leia mais]

ANTERIORES

DESTAQUES

Uso do REP foi prorrogado para 1º.09.2011

Uso do REP foi prorrogado para 1º.09.2011 e as empresas poderão utilizar controle alternativo de jornada

O Ministério do Trabalho e Emprego autorizou os empregadores a adotar sistemas alternativos de controle de jornada de trabalho, desde que autorizados por Convenção ou Acordo Coletivo de Trabalho.

Em virtude dessa autorização, a utilização obrigatória do Registrador Eletrônico de Ponto (REP) foi prorrogada para 1º.09.2011.

O uso do sistema alternativo implica a presunção de cumprimento integral pelo empregado da jornada de trabalho contratual, convencionada ou acordada, vigente no estabelecimento.

Os empregadores poderão, também, adotar sistemas alternativos eletrônicos de controle de jornada de trabalho, mediante autorização em Acordo Coletivo de Trabalho, desde que observadas as determinações da Portaria MTE nº 373/2011.

(Portaria MTE nº 373/2011 - DOU 1 de 28.02.2011)

Fonte: Editorial IOB

© 1989 - 2018 ASCON - Assessoria Contábil • Todos os direitos reservados • Política de Privacidade • Desenvolvido por: Gilvan TFS / Eric Costa